Simaria diz que pode morrer se não diminuir número de shows

Longe dos palcos desde que foi diagnosticada com tuberculose ganglionar, Simaria está de volta! Com show marcado para a próxima quinta-feira (9) no Espaço das Américas, a cantora falou sobre o seu retorno e avisou que vai diminuir a carga de trabalho. “Cheguei a 42 quilos e só recuperei 2,700. Coloco uma roupa que dá uma tapeada, mas meu corpo não está do jeito que estava. Eu não bebia água, estou bebendo e é um pecado dizer isso. A prioridade é meu descanso e minha comida. Se eu estiver em um show e precisar embora eu vou, ainda não estou curada. Meu médico me liberou para fazer 2, 3 shows por final de semana. Sem excesso. Se não for assim não posso mais, não posso entrar em uma pilha de trabalho como era, se não eu posso morrer”, explicou em conversa com a imprensa na tarde desta terça-feira (7), em São Paulo, revela o Terra.

Cantora cita importância da família na recuperação

Durante os meses em que ficou afastada para cuidar da saúde, Simaria viajou para as Ilhas Maldivas com a família. “Se estou viva hoje tenho que agradecer a Deus, aos meus filhos e marido. Eles foram fundamentais para a minha recuperação. Quando chegava na minha casa, que estava só nos quatro, não tinha ninguém me cobrando nada e me sentia protegida. Não tinha cobrança de gravadora, cobrança de composição… Lá eu sou a mãe do Pawel e da Giovanna, esposa do Vicente, e estava tão feliz que senti que queria dividir o que estava sentindo. Meu porto seguro. Dali voltei renovada, não tem como não voltar renovada de um lugar que só se recebe amor”, declarou.

08/08/2018