Inusitado: suplente de Fernando Collor vai à convenção de Renan Calheiros e levanta boatos de traição

As convenções partidárias que ocorreram no domingo (5) atraíram dezenas de prefeitos a capital. A solenidade de oficialização da candidatura de Collor e Renan Filho ao Governo de Alagoas ocorreram quase que simultaneamente, por isso algumas pessoas que apoiavam “ambos os lados” tiveram que escolher uma convenção para permanecer.

Quem não teve dificuldade para tomar essa decisão foi a ex-prefeita de Santana do Ipanema, Renilde Bulhões. Em fotos registradas no momento do discurso do prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cézar, ela apareceu no palco da convenção do MDB, enquanto Renan era anunciado ao pleito do governo.

No entanto, naquele instante Biu de Lira junto de Collor estavam reunidos com correligionários no Iate Club Pajuçara, onde ela não compareceu.

Nesse jogo da política, ainda não se sabe o que tenha motivado Renilde que é a 1° suplente de Collor, a prestigiar o encontro do MDB ao invés do PTC, mas o que se fala nos bastidores é que a família Bulhões pode ter influenciado sua decisão.

Eles estariam divididos entre oferecer apoio a candidatura de Renan Filho e a candidatura do senador Fernando Collor.

O Prefeito de Santana do Ipanema, Isnaldo Bulhões e esposo de Renilde é do partido do governador, mas ela, que estaria trabalhando com Collor desde 2014, parece ter cedido a pressão e acabou comparecendo à convenção do adversário.

Há também a possibilidade de Renilde não estar poupando esforços para eleger seu filho deputado estadual Isnaldo Bulhões Júnior, que também é do MDB, e saiu este ano candidato a deputado federal pelo partido com o apoio de várias prefeituras a pedido de Renan.

Embora inusitada essa é a situação: Renan deve eleger Isnaldo, mas se Collor for governador, sua mãe, Renilde, assume o Senado.

Com A Notícia