Hospital Helvio Auto completa 106 anos de serviços prestados aos alagoanos

Há 106 anos, em 2 de maio de 1912 era inaugurado o Hospital Escola Dr. Helvio Auto, primeira instituição pública voltada ao atendimento e tratamento de doenças infectocontagiosas na capital alagoana, que tinha como missão o atendimento de doentes de todo Estado de Alagoas.

A instituição foi inaugurada com o nome de Hospital de Isolamento do Estado, no governo do Coronel Macário Lessa, tendo como primeiro diretor o dr. Hebreliano Maurício Wanderley. Construído no Trapiche da Barra, na época ainda um povoado distante três quilômetros do Centro de Maceió, o hospital era responsável pelo recebimento e tratamento das principais doenças infectocontagiosas e parasitárias do início do século XX.

Quando a varíola atingiu Alagoas, mesmo que discretamente em relação a estados vizinhos como Pernambuco e Bahia, teve seus doentes enviados para o Hospital de Isolamento. Casos de tuberculose, hanseníase (conhecida como lepra), cólera, febre tifóide, malária, varicela, casos graves de sarampo, e outras doenças com alto poder de contágio eram a especialidade do Hospital de Isolamento.

Após reforma estrutural na década de 1940, no governo de Silvestre Péricles de Góis Monteiro, em homenagem à sua mãe, o governador alterou o nome da instituição para Hospital Constança de Góis Monteiro, que assim ficaria conhecido até meados da década de 1980, onde mais uma vez teve o nome alterado para Hospital de Doenças Tropicais Constança de Góis Monteiro.

Hospital de ensino – Atualmente como unidade assistencial da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), o hospital manteve a característica de hospital-escola, iniciada na década de 1950, onde aulas teóricas e práticas para disciplina de doenças infecciosas e parasitárias eram ministradas para alunos da Universidade Federal de Alagoas e posteriormente para os próprios alunos da Escola de Ciências Médicas de Alagoas, antiga Ecmal, atual Uncisal.

História recente – Em dezembro de 1998, o hospital teve seu nome alterado para Hospital Escola Dr. Helvio Auto, em homenagem a um dos maiores médicos infectologistas e pioneiro na pesquisa em doenças infecciosas e antibióticos do país, além de ter sido professor e médico efetivo da própria instituição.

Em outubro de 2001, após reforma administrativa do Estado, o hospital passou a ser vinculado a então Fundação Universitária de Ciências da Saúde, hoje Uncisal, mantendo as características como referência em doenças infectocontagiosas e parasitárias, assim como sua função como hospital-escola, aumentando a diversidade de cursos, pois atualmente é campo de ensino para Medicina, Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Radiologia, etc., atendendo exclusivamente aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Algumas doenças e epidemias surgiram ou mudaram no decorrer do tempo. O primeiro caso de portados do vírus HIV em Alagoas, por exemplo, data de 1986, e foi tratado no Hospital Helvio Auto. Atualmente enfrentamos três novas doenças que até então eram desconhecidas dos brasileiros como a Zika, a Chikungunya e influenza H1N1, e mais uma vez o Hospital Helvio Auto estava à frente nas pesquisas e tratamento dessas patologias no Estado.

Ao longo de 106 anos o Hospital Helvio Auto acompanha as alterações virais e biológicas das patologias do nosso tempo, sempre procurando oferecer o melhor em atendimento especializado, dentro do Sistema Único de Saúde (SUS).

Ascom – 02/05/2018