Fábio de Melo dispara contra vice-prefeito e vira alvo de haters

Fábio de Melo reagiu a uma publicação de Luciano Hang, dono das lojas Havan, e provocou a revolta de alguns seguidores do empresário, que não gostaram nada de vê-lo se manifestando no último sábado (23).

Tudo começou quando Luciano postou em suas redes sociais sobre a atitude do vice-prefeito de Sumaré que destruiu um radar móvel da cidade. “Revoltado, o vice-prefeito de Sumaré, Henrique do Paraíso (PRB), decidiu estourar com um pontapé um radar móvel instalado na cidade. Parabéns. É mais um imposto que cobram dos coitados dos Brasileiros. É a indústria das multas em prol de poucos. Chega de corrupção”, declarou.

O padre, então, se manifestou nos comentários desaprovando a atitude. “Vandalizar um bem público, que foi pago com o dinheiro do povo, não me parece justo. Autoridades usam canetas para aprovar ou revogar decisões, não pontapés. Reabilitar comportamentos primitivos, neste tempo em que a barbárie bate diariamente à nossa porta, é um desserviço social”, desabafou.

Seguidores de Hang passaram a criticar o sacerdote logo após o seu comentário. “É pecado achar um padre chato para caramba?”, questionou um internauta. “Ele não é padre de verdade é? É tipo, só uma fantasia né?”, questionou mais um, segundo o Terra.

Fábio de Melo dividiu as respostas para cada pergunta. “Não, cidadão de bem e pai de família, padre não usa fantasia. Precisa estudar um pouco mais sobre o assunto”, provocou. “Cidadão de bem e pai de família, já que se mostra interessado em elucidar suas dúvidas, digo-lhe que as pessoas não podem ser reduzidas aos vídeos que delas vemos. Do senhor, por exemplo, nunca vi nenhum vídeo. E isso não significa que o senhor não exista”, respondeu o também cantor ao segundo questionamento.

Outro usuário do Twitter não gostou de ver o artista se manifestando sobre o assunto e ironizou: “Saudade do tempo que os padres diziam Deus (d maiúsculo) abençoavam e orientavam o povo na conversão, perdão e no amor… Agora padre comenta no twitter sobre pedágios e radares…”.

Fábio o rebateu também, usando como argumento a imagem colocada pelo seu crítico. “Sim, tempos modernos. Inclusive com pessoas que usam a face de um porco para esconder a cara que têm”, afirmou.

27/02/2019