Expulsão, gol contra, ambulância… Vasco e Flamengo empatam em Brasília

O clássico entre Flamengo e Vasco pelo segundo turno do Brasileirão 2018 será inesquecível. Não pela qualidade do futebol, mas por tudo que aconteceu na partida. O time de Alberto Valentim, que começou o jogo na zona, abriu o placar no primeiro tempo com Andrés Rios, mas cedeu o empate ao rival com gol contra de Luiz Gustavo em jogo que terminou com dez jogadores para cada lado. Teve de tudo no empate por 1 a 1 no Mané Garrincha, em Brasília.

SURPRESA BOA

​Na primeira semana cheia de Alberto Valentim, o treinador ousou e pôs o lateral Fabrício, que não só havia jogado duas partidas no Brasileirão. O camisa 6 foi escalado como meia e surpreendeu: um chute perigoso e dois bons passes na área. Em um deles saiu o gol de Andrés Rios que abriu o placar. Boa sacada do técnico em uma alteração improvável de dar certo.

CLIMA QUENTE

Assim como todo clássico entre Flamengo e Vasco, discussões em campo são inevitáveis. Mas, desta vez, o árbitro precisou intervir. No início do segundo tempo, distribuiu quatro cartões amarelos em lance bobo na área, dois para cada time. O meia Diego não gostou, reclamou da punição e recebeu o vermelho. Foi a primeira expulsão do camisa 10 desde que chegou ao Flamengo, informa o MSN.

SEMANA DE TERROR

​O zagueiro Luiz Gustavo jamais se esquecerá de setembro de 2018. Primeiro, levou uma dura da torcida em protesto no CT do Almirante, no Rio. No clássico, acertou uma testada contra, para o próprio gol, e empatou o jogo para o Flamengo. No fim, se envolveu em choque com Bruno Silva, que caiu desacordado no chão. O volante saiu de ambulância – que precisou ser empurrada por flamenguistas e vascaínos – e foi encaminhado ao hospital.

16/09/2018