Estado firma compromisso para instalação do Hospital da Mulher do Agreste

Mais um passo do Governo de Alagoas para ampliação e melhoria da rede de atendimento hospitalar no Estado foi dado nesta sexta-feira (6), em Arapiraca, no segundo dia da 9ª edição do Governo Presente, que acontece até sábado (7), em 11 municípios do Agreste. Em cerimônia realizada na Maternidade Nossa Senhora de Fátima, no Centro da cidade, o vice-governador Luciano Barbosa, representando o governador Renan Filho, e o secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, assinaram a carta de intenção para um convênio a ser firmado entre a Secretaria da Saúde e a maternidade para que ela passe a funcionar como Hospital da Mulher do Agreste.

Em Maceió, o primeiro Hospital da Mulher de Alagoas está em fase final de construção e será entregue ainda no primeiro semestre desta ano. Com o convênio com a Maternidade Nossa Senhora de Fátima, primeira casa de saúde de Arapiraca, com 58 anos de funcionamento, a intenção do governo é ampliar o acesso ao atendimento materno-infantil e acompanhamento pré-natal no Estado, oferecendo ainda serviços de obstetrícia, pediatria, entre outras especialidades.

Para o vice-governador Luciano Barbosa, a instalação de um Hospital da Mulher em Arapiraca representa um avanço na interiorização do atendimento de saúde da mulher em Alagoas.

“A Maternidade Nossa Senhora de Fátima é um hospital de muita tradição e atende mulheres de todo o Agreste. O Governo de Alagoas tem uma política pública de saúde voltada para a mulher, muito específica e já está concluindo o Hospital da Mulher em Maceió. Essa política pública precisa ser interiorizada, como tudo que o governo tem feito. O Hospital da Mulher do Agreste vai cumprir uma política pública importantíssima na área de saúde. A proximidade é uma das metas do Governo de Alagoas, escutando as demandas e levando os equipamentos sociais o mais próximo possível do cidadão”, avaliou o vice-governador.

De acordo com a diretora-geral da Maternidade Nossa Senhora de Fátima, Iana Fernandes, a unidade é privada, mas presta 80% de seus serviços pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“Temos aqui uma equipe com 27 médicos e realizamos em média 300 partos por mês. Esse é o hospital mais antigo de Arapiraca. Toda a população do Agreste conhece sua localização. Isso facilitaria muito a instalação do Hospital da Mulher na unidade, porque ela já presta serviços nesse sentido e é conhecido na região. A partir do convênio, seremos capazes de ampliar o número de atendimentos e fazer melhorias no serviço prestado”, explicou a diretora.

O secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, lembrou ainda que o convênio com a Maternidade Nossa Senhora de Fátima deverá gerar economia para o Governo de Alagoas e agilizar a melhoria na prestação de serviços.

“Aqui, o Estado não sairia do zero na construção de uma nova unidade. Aqui, nós iremos contar com a estrutura que já existe, com a mão de obra dos profissionais qualificados que já exercem funções e aí fica mais rápido e mais fácil realizar esse sonho e atender aos anseios da mulher do Agreste alagoano”, observou.

Teixeira lembrou ainda os investimentos do Estado na ampliação da rede hospitalar de Alagoas. “A área de saúde tem sido tratada com todo carinho pelo Governo. A população tem acompanhado a construção do hospital da Mulher e do Hospital Metropolitano, que estão a todo vapor. Aqui em Arapiraca, nós estamos triplicando o número de leitos na Unidade de Emergência do Agreste e a Maternidade Nossa Senhora de Fátima vai nos ajudar muito, permitindo que a mulher do Agreste e da Zona da Mata possa ser atendida com mais qualidade e com mais celeridade”, disse o secretário.

Além do Hospital da Mulher e do Hospital Metropolitano, em Maceió, o Governo de Alagoas executa as obras do Hospital Regional do Norte, em Porto Calvo; do Hospital Regional da Mata, em União dos Palmares, e deverá iniciar nos próximos dias as obras do Hospital Regional do Sertão, em Delmiro Gouveia.

A 9ª edição do Governo Presente teve início nesta quinta-feira e segue até o sábado (7), envolvendo todas as secretarias de Estado e órgãos da administração indireta. Estão sendo beneficiados os municípios de Arapiraca, Belém, Campo Alegre, Coité do Noia, Craíbas, Feira Grande, Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa, Limoeiro de Anadia, São Sebastião e Taquarana, com ênfase em obras de infraestrutura, educação, abastecimento de água e assistência social.

Nesta sexta, às ações do Governo Presente no  Agreste contam com as presenças do senador Renan Calheiros, do ex-ministro e deputado federal Maurício Quintella, da ex-prefeita de Arapiraca Célia Rocha, do secretário-chefe do Gabinete Civil Fabio Farias, do deputado federal Givaldo Carimbão, além de deputados estaduais, secretários de Estado, lideranças e prefeitos da região.

Ascom – 06/04/2018